quarta-feira, 8 de junho de 2011

MORADORES DE RUA VIRAM GUARDINHAS

Moradores de rua viram "guardinhas" da CET em São Paulo






Antes passavam o dia desocupados na Praça da Sé, agora trabalham como educadores de trânsito em faixas de segurança sem semáforo na região central, auxiliando os guardas da Companhia de Engenharia de Tráfego ( CET) , para uma passagem segura do pedestre. Se familiarizaram rapidamente com os colegas não sem - teto da equipe.





Os "mãozinhas" - como são chamados os auxiliares do Travessia Segura , erguem placas amarelas no formato de mão com a mensagem : "Pare. Respeite a faixa" . São muito educados, alertam corretamente motoristas e pedestres desavisados ou apressados , em sinronia fazem gestos que aprenderam no treinamento, uma espécie de "cursinho " da CET.



A população gostou da iniciativa da prefeitura e também chama os mãozinhas de guardinhas.



Merece incentivo e respeito a decisão da Prefeitura de São Paulo neste inovador projeto de inclusão social .



O Programa Operação Trabalho (POT ) no trânsito, envolve a Secretaria Municipal do Trabalho, Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social ( SMADS ) , CET e SPTrans.



A prefeitura pretende ampliar o Travessia Segura em toda a cidade.



A nova categoria está feliz. Trabalha seis horas por dia e vinte dias no mês - ganha R$ 575 .

Muitos já falam em alugar um quartinho e comprar um carro.



Devanir Amâncio