quinta-feira, 5 de março de 2009

PAC-MAN, O RETORNO!

Estão ressuscitando as pessoas, o cara que dizia ter aquilo roxo e o fenômeno, que até então estava só com o uniforme roxo. Isto é bom para vermos de novo o Ronaldo jogando futebol, mas péssimo para sabermos que o Collor, estará tomando conta do nosso dinheiro, á época ele caçou os marajás e levou com ele a prole e hoje em tempos de crise, quem será a caça? Ele supervisionará o PAC, será ele o PAC-MAN do século XXI, o que me deixa preocupado é que o molusco barbudo da república, não confundir com o mameluco barbudo da praça da república, apostou suas fichas no saco-roxo, assim como ele torce pelo time do uniforme roxo, no geral ele é meio pé-frio em suas apostas. Ele ainda está pensando em estatizar os bancos, será que é para desenterrar o Banerj, o Banespa, espero que não, pois devo a eles.
Lenny Kravitz depois que foi fotografado ao lado dele, nunca mais fez show, o Barrichello nunca mais ganhou nada e quase ficou desempregado em 2009, o timinho roxo de tanto sofrer, nem precisa de comentários, Roberto Carlos, aquele que ainda usa meião na perna esquerda, tem um outro aí que nem tem onde usar o meião entregou o gol á França, ou seja, tudo o que Midas tocava virava ouro, vai ver era porque ele tocava os cinco dedos, pois nosso “Medas” só toca com quatro dedos nas coisas e como diz a Rita Lee, “ tudo vira bosta!”.
Então, meu povo prepare-se, se está ruim agradeça, pode piorar.
Mas a vantagem desta síndrome do não-vai-dar-certo do molusco, tem suas vantagens, pelo menos para os carnavalescos de plantão, depois de demonstrar o seu apoio à escola de Nilópolis e perder é claro, a turma já salgou um novo enredo:
“-É sempre o mesmo chororó/ Chora o presidente/ Chora o Neguinho/ Chora a Beija-Flor!”
Portabilidade é isso, muda quem manda mais fica tudo uma lesma lerda!